Enfim eu tomei Lactase

lactase1Eventualmente, alguém que tem Intolerância à Lactose me perguntava: “Por que você não toma lactase?”. Por vários motivos:

– Não via necessidade, pois já havia aprendido à lidar com a IL;

– Lactase é muito cara no Brasil, mesmo a produzida por laboratórios de manipulação;

– Não havia conversado com meu gastroenterologista sobre o assunto.

No começo deste ano, perguntei para o médico sobre o uso da lactase. Ele repetiu algo que já havia falado comigo: “Você precisa saber qual é seu nível de intolerância para saber a quantidade de lactase que você vai usar”. E ainda não sei exatamente o quanto de lactose consigo suportar antes de passar mal.fundueAconteceu que a oportunidade caiu no meu colo. Fui ao aniversário de uma amiga. Era um jantar e a lactose estava presente no prato principal (risotos com queijo) e na sobremesa (fundue de chocolate com frutas). Porém, o pai da minha amiga tem Intolerância à Lactose há anos e por isso tem um estoque considerável de lactase em casa. Como a minha amiga já havia comentado com ele, ganhei dois comprimidos de lactase para tomar antes do jantar. Foi um sucesso! Comi o jantar, o fundue e até o bolo de aniversário sem passar mal. Meu comentário naquela noite é que estava me sentindo… Normal. E no fim daquela ainda ganhei um pote de Lactase com 60 cápsulas.

equateNo carnaval, que passei em casa, meu marido matou a minha vontade e comprou um pote de sorvete! Acho sorvete napolitano nunca me pareceu tão gostoso!

Mas semana passada aprendi que lactase não é a solução para tudo, principalmente quando não se conhece o nível da IL. A lactase sintética precisa de tempo para agir e funciona por um período determinado. Acontece que no sábado passado passamos a tarde e boa parte da noite na casa de um casal amigo nosso. E é um pouco complicado fazer a conta da hora de comer nessas condições. Aí errei o tempo e no final da noite já estava passando mal. No domingo ainda estava um pouco inchada. Na segunda-feira, um pouco indisposta. E na terça-feira, finalmente bem.

O resultado desta experiência: lactase é mesmo ótimo. Mas o ideal é ser utilizada em determinados momentos, como almoços e jantares fora de casa. É para matar aquela vontade de comer algo que a gente fica muito tempo sem comer. Mas é mais complicado de administrar quando você passa o dia todo fora comendo lactose.

Anúncios

19 Respostas para “Enfim eu tomei Lactase

  1. *-*
    Que legal, Lu, to amando esse seu blog, já indiquei pra uma professora daqui da UnB que está com intolerância.
    Quando conseguir te encontrar quero trocar umas figurinhas…
    :*

  2. Que bom Lu! ^^ Fico muito feliz em ver você aprendendo a conviver de maneira mais tranquila com a Lactase e com a IL! Estamos sempre aí e adorei aparecer como amiga misteriosa no seu blog!! beijinhos!!

  3. Oi tudo bem?
    Achei seu blog agora, por acaso. Descobri que tenho IL há dois dias.

    Então, ainda estou tentando processar como será minha vida e minha alimentação de agora em diante. A médica me recomendou comprar a Lactase, para esses momentos que temos alguma festa, jantar, etc. Até agora não tomei, não sei como vou reagir ao medicamento.

    Estou adorando ler suas descobertas e experiências. Ajuda bastante.

    Bjos ;**

    • Olá Luana!
      Seja bem vinda! Que bom que estou conseguindo ajudar.
      Esta fase é bem complexa. Mas você vai descobrir que existe vida, e de qualidade, sem lactose. Você precisa ter paciência, determinação e exercitar o auto-conhecimento. Contudo, o ganho em qualidade de vida compensa demais.
      Boa sorte nesta nova fase da sua vida.
      Fique à vontade em compartilhar suas experiências e descobertas com a gente.
      Abração e obrigada pela visita!

  4. Oiii
    encontrei sua pagina hj e estou gostando bastante!
    Descobri que tenho IL a um ano e na época em que eu descobri o medico mandou eu manipular a lactase mas acho q não deu muito resultado, agora quero comprar a original!
    Qdo eu como alguma coisa que não posso, eu passo muito mau com enjoos, ânsia e a digestão da comida é péssima!
    Quais são os sintomas que vc sente?

    bjs

    • Olá Diana!
      Seja bem vinda! Espero poder ajudá-la à conviver com a IL de forma mais tranquila.
      Sim, ter lactase à mão para qualquer eventualidade é muito bom, evita mal-estar, indisposição, enfim, ajuda a gente a não passar aperto fora de casa. Eu tenho com três caixas de lactase agora, porque além daquela que ganhei do pai da Camila, uma colega do trabalho trouxe mais duas dos EUA para mim. Muito mais em conta do que comprar aqui.
      Sobre os sintomas, convivi um bom tempo com a IL sem saber. Meus principais sintomas eram azia, inchaço abdominal e gases, muitos gases. Quando exagerava, sentia também enjoo, mal estar e até intestino solto.
      O curioso, e já ouvi isso de outras pessoas, é que quando a IL é moderada, a gente sente quando passou do limite tolerável de lactose. Você já descobriu qual é o seu limite?
      Abração e obrigada pela visita!

  5. Parabéns pelo blog! Tem ajudado bastante!!
    É fácil comprar lactase nos EUA? Vende sem receita? Onde encontro?
    Obrigada!!

    • Olá Layla,
      Seja bem vinda! Fico feliz em ajudá-la à conviver com a IL de forma mais tranquila.
      Sim, nos EUA, é possível encontrar lactase em farmácias, supermercados (walmart) e até comprar pela Amazon. Não não precisa de receita médica.
      Eu paguei 13 dólares pela caixa que minha colega de trabalho trouxe para mim.
      Obrigada pela visita! Abraço! Volte sempre!

  6. Muito obrigada!!

  7. Bom dia, descobri recentemente que minha filha tem IL em nível alto, tudo que ela come que tenha leite ataca logo o intestino, precisamos mudar a alimentação e comprar a lactase. Qualquer dica, receitas, alimentos que vcs conheçam , ou onde comprar a lactase, podem me ajudar.. Grata.

    • Olá Claudia,
      Obrigada pela visita!
      Este período de adaptação é o mais complicado. E se a IL dela é severa, a atenção deve ser redobrada. No caso, um bom gastroenterologista ou uma boa nutricionista podem ajudar vocês a lidar com esta condição. É mais seguro cortar a lactose, do que usar a lactase, porque ela funciona até certo ponto, além de ser muito cara. Eu não sei onde encontrar lactase no Brasil, a que tenho amigas trouxeram de fora para mim. Mas o que posso falar com você é que, com alguma paciência, viver com IL é mais fácil (ou menos difícil) do que parece parece.
      Abraço para vocês!

  8. Boa Tarde .Tudo bem?
    Procurando reportagens sobre LACTASE achei seu site e resolvi te escrever.
    Desde pequena nunca ingeri leite de vaca, de saquinho, de caixinha, nenhum. ”Mamei” em minha mão desde pequena até os 5 anos por causa da intolerância a lactose, IL. A uns 3 anos atrás, fui ao médico de estomago, ele me pediu que fizesse a endoscopia. Eu fiz, ele disse que tenho gastrite nervosa e me receitou omeprazol. Pensando que não iria adiantar, pois meu problema é IL, tomei o comprimido e realmente não resolveu. Alguns anos atrás a IL era brando, eu comia, não passava tanto mal. Minha boca inchava e eu ficava cuspindo por um bom tempo. Aí passava. Agora não, não posso comer 1 bis, 1 queijo, nada, nada que tenha leite/queijo/derivados que vomito e fico quase 6 horas com muita dor no estomago. Relatei meu caso a minha cunhada e ela me disse que sua sogra também tinha esse mesmo problema, a IL, e que ela tomava capsulas de LACTASE. Como ela mora no RJ, ela então me mandou dessas capsulas que sua sogra toma para ver se no meu caso iria ajudar. Ela me disse que eu tomava o medicamente 15/20 min antes de comer alguma coisa derivada do leite. Fiz o teste, na quarta-feira, comi um hambúrguer e não restringir que viesse sem mussarela. Deixei com a mussarela pra mim ver a reação do medicamento. NADA FEITO. Tava com esperança que não ia passar mal, mas passei. Nunca passei tanto mal igual dessa ver agora que ingeri a capsula de LACTASE. Vomitei muito, no outro dia meu estomago ainda estava doendo, e agora estou com medo de ingerir novamente e acontecer a mesma coisa, porque passar mal é muito ruim, uma sensação horrível.
    O que acha sobre meu caso? Me ajudaria com alguma posição?
    Aguardo seu retorno.
    Desde já agradeço.
    Att,
    Gabriele.

    • Olá Gabriele, tudo bom?
      Obrigada pela visita!
      Bem, quanto à sua resposta, como diria o Jack, “vamos por partes”.
      – Você deve levar à sério o que seu gastroenterologista está falando. Ou se não tiver muita confiança nele, troque de médico. Gastrite nervosa é uma coisa, IL é outra. Eu mesma tive gastrite nervosa duas vezes, mas com remédio, alimentação adequada e auto controle, consegui sarar e minha última endoscopia não deu nada.
      – Até onde eu sei, a IL interfere principalmente no intestino. As dores de estômago que você pode sentir quando toma leite, estariam mais relacionadas à gastrite, pois o leite é ácido, fermenta no estômago e se ele já está irritado, esse tipo de alimento precisa ser evitado, assim como frituras, refrigerante, café, entre outros.
      – Você fez o exame para a detecção de IL? Pois a Intolerância infantil, que é normal em bebês, passa depois de um tempo para alívio de mamães e das crianças. Seria interessante talvez você pedir ao médico uma avaliação sobre algum tipo de reação à caseína, que é a proteína do leite.
      – A instrução que está escrita nas minhas caixinhas de lactase é “tome o comprimido com a primeira ingestão”, ou seja, tome a lactase antes ou quando começar a comer alimentos com lactose. E, informação importante: o efeito da enzima dura de 20 a 30 minutos. Isso também pode ter colaborado para que você passasse tão mal, pois começou a comer o sanduíche após o efeito do remédio.

      Em resumo: gastrite é uma coisa, IL é outra. Para as duas, é essencial que você faça um bom acompanhamento médico e faça uma alimentação balanceada.

      Espero ter colaborado de alguma forma.

      Abraço para você!

  9. Ola, boa tarde. Sou Magna tambem encontrei aqui o site por acaso, e que bom esse papo, pois confesso estava me sentindo sozinha no mundo da IL. rsrs… descobri tem um mes, tem sido muito estranho retirar tanta alimentação da noite para o dia…. me deu uma leve depressão..mas agora ja estou descobrindo como melhor viver com a IL… Encontrar esse apoio aqui com vcs foi muito bom, ainda tenho medo de comer mesmo tomando a lactase , preciso ainda superar esse medo … um grande abraço

    • Oi Magna, seja bem vinda!
      Entendo essa sensação de tristeza e solidão que a gente tem quando descobre a IL. Uma das razões da existência desse blog é isso mesmo: compartilhar as experiências, dicas, receitas, tudo que deu certo comigo e que pode ajudar quem mais tiver Intolerância à Lactose.
      Fico feliz em estar ajudando você a conviver com esta situação.
      Obrigada pela visita! Volte sempre!
      Abração!

  10. Aqui no Rio de Janeiro vende cápsulas de lactase em farmácias. Pode tomar várias vezes por dia toda vez que ingerir derivados de leite.

    • Oi Rosa, obrigada pela visita!
      Que bom que aí no Rio o acesso à lactase seja mais fácil.
      Minha dica para manter a saúde é sempre ter uma dieta saudável, equilibrada e beber muita água.
      No seu caso, você ainda tem uma vista maravilhosa como incentivo à pratica de atividades físicas. Tudo de bom!
      Abração!

  11. Olá, Lu e demais garotas portadoras de IL.
    Descobri a IL em 2008. Passei por todas essas dificuldades também. Hoje, por indicação da gastro que me acompanha, utilizo Lactosil. É a enzima em sachês. Você utiliza um sachê para aproximadamente 50g de lactose (+ ou – 1l de leite). Aqui em Caxias do Sul (RS), a caixa com 30 sachês custa em torno de R$ 50,00, dependendo da farmácia. Tenho intolerância severíssima, não posso nem ingerir alimentos que sejam preparados em máquinas que processam produtos com leite. Então, utilizo em média 1 sachê por dia, pois basta utilizar um na primeira porção de alimento, por exemplo. E moro em uma região que tem a culinária muito rica em preparos com queijos, creme de leite, requeijão… então nunca tenho certeza se estou livre da lactose. Como almoço fora de casa, utilizo um sachê no prato principal. E posso até comer sobremesa láctea, depois. Meus dois filhos e minha nora têm intolerância leve, e também utilizam, sem efeitos colaterais.
    Eu tomo leite com lactase. Tem várias marcas no mercado. É um pouco mais caro, mas compensa, pois eu adoro café com leite. Tem linhas completas, com iogurte, creme de leite, leite condensado, requeijão, todos com adição de lactase. Mas dá pra comprar os produtos comuns e adicionar a lactase. E faço algumas substituições como patê de soja no lugar da manteiga, tofu (que eu tempero) no lugar do queijo para fazer torradas, pizza. Carrego sempre na bolsa alguns sachês, para eventuais necessidades. E nos aniversários, por exemplo, misturo o pó em uma fatia de torta, ou em qualquer outro doce. A gente vai aprendendo a dosar com o passar do tempo.
    Espero que cada uma consiga resolver o problema. Grande abraço a todas.

    • Olá Maria, tudo bom?
      Adorei a visita e o seu depoimento!
      Espero que mais e mais pessoas aprendam a conviver com a IL de uma maneira tão tranquila como você!
      Fique à vontade para compartilhar mais dicas e experiências aqui com a gente!
      Abração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s